15 julho 2014

A DOR É INEVITAVEL, O SOFRIMENTO OPCIONAL...

Amados! 

Muitas pessoas reclamam da vida por terem que experimentar dramas e dores. 

Eu entendo que as dores existem pois fazem parte do instrumental de evolução que o planeta-escola nos oferece. 

Mas o sofrimento é o resultado de como nos "agarramos" as dores. E o mais incrível, ele é APRENDIDO. Trata-se de um treino mental e emocional,  que nos mantém atrelados a hábitos de pensar que podem ser evitados. 

Cada dia, cada nova experiência, serve para que possamos buscar nosso crescimento pessoal. Mas a cultura nos informa que tudo pode mudar e que isso vai gerar dor. Como solução somos convencidos de que devemos evitar a mudança e para isso precisamos segurar, manter, controlar e garantir nossos bens e direitos (e isso incluí pessoas!!!).

Nesse processo geramos crenças inadequadas sobre falta e na escassez. A crença gera a vibração que atrai experiências idênticas a ela própria e essa ilusão "confirma" a dor. 

Na busca de evitarmos a carência vamos nos apegando as coisas que obtemos, pessoas com quem convivemos e circunstâncias que vivenciamos e sofremos quando não as conseguimos ou precisamos abrir mão delas.

Este é um planeta perfeito que tem leis naturais e a mudança é uma delas. Precisamos aprender a entender e acolher a sabedoria desta lei.

Me explico: uma pessoa pode ter uma infância feliz e resistir a crescer. Se for uma pessoa apegada sofrerá porque esta mudança é uma das leis. E sua inconsciência não permitirá que perceba que nem todo mundo tem uma infância igual a sua. Portanto, a mudança que lhe parece dor pode ser para outra pessoa uma libertação.

Venho aprendendo em minha experiência pessoal que uma das maiores demonstrações do amor que vem do Pai é a mudança. Pois se alegria e prazer mudam, as dores não permanecem.

Uma curiosidade sobre os que sofrem é que em sua ingênua tentativa de se agarrar às coisas não conseguem perceber que para manutenção do velho abrem mão do novo. 

Mas então, o que fazer? 

Precisamos atuar em duas frentes. Primeiro questionar nossas crenças identificando e transformando as inadequadas. Depois desenvolver duas habilidade: DESAPEGO do passado e do futuro e FOCO no presente.

Aprendendo a viver cada segundo inteiramente no hoje. Aproveitando as lições difíceis, na certeza de que tudo muda e usufruindo do momento de felicidade com intensidade pois ele também vai mudar.

A vida é farta e próspera e se estivermos abertos a ela, na certeza de que somos filhos amados de um Ser absolutamente bom e que teremos sempre muito mais do que precisarmos, geraremos novas crenças e a partir delas vamos receber deste planeta que nos acolhe com amor toda a riqueza que merecemos. 






07 julho 2014

UM POUCO DE POESIA...por Manoel de Barros


Dou respeito às coisas desimportantes e aos seres desimportantes.

Prezo insetos mais que aviões.

Prezo a velocidade das tartarugas mais que a dos mísseis.

Tenho em mim esse atraso de nascença.

Eu fui aparelhado para gostar de passarinhos.

Tenho abundância de ser feliz por isso.
Meu quintal é maior do que o mundo.

03 julho 2014

PALE BLUE DOT - Carl Sagan


Amados!

Essa é uma incrível mensagem de reflexão sobre nossa responsabilidade por nossa relação com o Planeta Terra e com todos os seres  humanos.

Faço minhas as palavras de Carl Sagan. 

O ENCONTRO COM O OUTRO!!!

Amados!

Sempre que participo de alguma atividade coletiva fico com algumas percepções e sentimentos, sobre os quais desejo refletir hoje.

Tive recentemente esta oportunidade duas vezes: em um curso do qual participei e em um treinamento gerencial que comandei.

Percebo como as pessoas desejam o contato com o próximo mas reconheço que a cultura não nos  estimula a isso.

As inúmeras exigências do mundo moderno, especialmente em grandes centros urbanos como Rio e São Paulo, cria uma tensão tão grande que as pessoas se exaurem e acabam por se isolar. Não há mais "tempo para nada". E isso se torna uma patologia social pois o nada inclui as outras pessoas.

Recebo noticia de casais que, apesar de juntos por longos anos, não conhecem o outro com que convivem diariamente.

Profissionais que gastam 8 horas diárias de suas vidas junto de colegas de profissão e que não se conectam, podendo passar anos desta forma. São solitários mesmo rodeados de pessoas.

Quanto desperdício, de oportunidades, aprendizado e alegria. 

Quando realizamos um relacionamento autêntico, com intimidade e conexão, não existe a possibilidade de não sermos influenciados nesta relação. Deixamos de nós e levamos conosco uma porção do outro quando realizamos um encontro verdadeiro.

E se pararmos para ouvir o outro, se dermos uma atenção legítima aos nossos pares, seremos beneficiados duplamente: eles vão nos ensinar muito e nossas tarefas poderão ser compartilhadas. A vida ficará mais leve.

Quando o relacionar-se flui com verdade, nos sentimos tocados, sintonizados e energizados.


É no encontro com o outro que temos a oportunidade de nos ver. É no contato real, de alma a alma, que crescemos e evoluímos. 

10 junho 2014

SE VOCÊ QUISER QUE FUNCIONE, AJA!!


Amados!


Trago hoje uma linda meditação que utiliza a técnica Ho´oponopono para reprogramação dos conteúdos mentais negativos.

Para os que desejarem maiores informações podem consultar um post sobre o tema publicado em setembro de 2013.

Espero que vocês aproveitem bastante esta oportunidade e que incluam a pratica do Ho´oponopono em suas vidas. Faço com frequência o exercício e tenho obtido resultados fantásticos.

Beijo fraterno e meu desejo de paz e luz!