05 maio 2016

QUAIS SÃO OS SEUS SONHOS?



SAÚDE MENTAL...E ESPIRITUAL!

SOMOS ESSÊNCIAS DIVINAS!!!

Olá amados!

Acabei de ler um texto interessante sobre Ansiedade e Depressão.

Em Programação Neurolinguística não dizemos que a pessoa é deprimida ou ansiosa mas que ela está vivendo um estado emocional depressivo ou ansioso. 

Mas e o que significa um estado emocional? 

Um momento de vida em que, por diversos mecanismos internos como crenças, padrões e hábitos, não acessamos os recursos espirituais, emocionais, mentais, energéticos ou físicos que temos como seres poderosos que somos.  Esse processo quando mantido por longo período gera uma carência  profunda e como "sintoma" vivenciamos o estado ansioso ou depressivo.

Portanto, embora a pessoa que está vivendo este momento sinta de fato a ansiedade ou a depressão, ela não está "sofrendo" o ataque de algum mal invisível e inexplicado e sim percebendo em si mesma o processo de forma mais direta. É como um sinal de seu afastamento de seu poder interno.

Ou seja, o que a ciência chama de depressão ou de ansiedade é para a Parapsicologia um afastamento de si mesmo como Essência e seu imenso potencial para a Luz. Sob a ótica da PNL uma carência momentânea de recursos.

Vale relatar aqui um pequeno fragmento do texto que encontrei no Facebook:

"Fato 1: Não existe nenhum exame científico que diagnostique a depressão ou qualquer transtorno de ansiedade como ocorre com o diabetes ou o câncer.

Fato 2: Todos os diagnósticos são baseados apenas nos relatos dos pacientes e na percepção do profissional de saúde.

Fato 3: Os medicamentos para tais doenças são receitados na base da tentativa e erro de acordo com o relato do paciente, e partem do pressuposto que a causa seja uma alteração química no cérebro, ou seja, se uma determinada droga não surtir efeito, experimenta-se outra.

Estes fatos, que não são meras opiniões, colocam em xeque a teoria de que a causa inicial de tais doenças seja a alteração química no cérebro.

Sim, a química do nosso cérebro se modifica junto com nosso estado emocional, mas é o estado emocional que altera a química no cérebro ou é a química que altera o estado emocional?

As pessoas que conseguiram realmente superar os sintomas da ansiedade e da depressão são aquelas que mudaram sua percepção da realidade e tomaram a responsabilidade de suas emoções para si mesmas."

Essa mudança de percepção fala de uma tomada de consciência sobre como anda nossa vida e o que temos feito para realizar nossos sonhos mais profundos. E nos convida a uma reflexão sobre quais áreas precisamos modificar, externa e internamente, para que a felicidade e a paz que tanto merecemos possa ser construída dentro de nós.

É um convite a autoconhecer-se e perceber que a vida é muito maior do que simplesmente a rotina diária, de trabalho, stress e problemas para serem resolvidos.

A Ansiedade, quando nossa mente vai para o futuro e a Depressão, quando nossa mente está no passado são sintomas de que nossa vida no agora, que é quando tudo realmente acontece, nos parece triste, enfadonha, pouco criativa e insatisfatória. 

E isso se dá quando o Ser, inconsciente de seu potencial divino, acaba por viver apenas o Ego, adotando uma conduta ilusória de cumprimento das tarefas sociais (trabalho, rotinas e obrigações).

É preciso entender o que nos faz feliz e construir hoje as possibilidades e estratégias que nos farão ter a vida que desejamos. 

Por isso pergunto a você que me lê nesse momento: quais são seus sonhos? 

Desejo sinceramente que você reencontre sua Luz Essencial e expresse em sua vida todo o seu poder!!!

Com amor :)

22 março 2016

ESCOLA HOLÍSTICA DE FOTOGRAFIA - CURSOS DE AUTOCONHECIMENTO!

Olá Pessoal!


É com grande orgulho que informo a vocês o surgimento de uma nova parceria.

Convidada por minha querida amiga Aline Lelles, passei a integrar a equipe de trabalho da 1ª. Escola Holística de Fotografia.           
                                    
Aline, uma alma apaixonada pela vida, é dona de uma versatilidade incontestável. Veterinária de formação, professora de dança, encontrou sua missão de vida na fotografia e vem desenvolvendo uma longa e bem sucedida carreira.

Para ela, a arte vem servindo como uma ferramenta poderosa de autoconsciência e evolução. Esta experiência fez nascer em seu coração o desejo genuíno de compartilhar com outros artistas a mesma possibilidade. Assim surgiu este projeto!

Como Parapsicóloga e Coach de Vida viso auxiliar meu cliente em sua expansão de consciência a fim de que ele possa vir a ser aquilo que de fato é em Essência.

Acredito que assim, com meu trabalho, contribuo para o processo evolutivo do planeta como um todo, pois o encontro do indivíduo com seu poder pessoal permite-lhe transformar crenças limitantes e padrões inadequados, desenvolver habilidades, expressar muitos potenciais adormecidos e conquistar equilíbrio e paz interior.

Ao adotar uma postura consciente e um olhar mais holístico para si mesmo, seus semelhantes e a natureza,  o Ser constrói relações autênticas e duradouras, pautadas em valores como respeito e fraternidade. Sua vida torna-se plena e saudável em todos os níveis.

Fica fácil perceber que uma afinidade de valores me conecta à Aline e a seu sonho e faz dessa parceria uma jornada de alegria e realização.

Nesta linda oportunidade vou ministrar o curso de autoconhecimento:


Convido cada um de vocês a visitarem a página de nossa escola e a nos honrarem com sua presença em nossos diversos cursos.

Recebam meu amor e gratidão!  

09 fevereiro 2016

CHACRAS, GLÂNDULAS, CIÊNCIA E ESPIRITUALIDADE!

Amados!

Hoje quero dividir com vocês este texto excelente que encontrei no blog Letra Espírita e que, além de diversas e interessantes informações sobre os chacras, sugere o início de uma possível (e desejável) parceria entre ciência, filosofia e espiritualidade.

Espero que vocês apreciem.

Com amor!

**********************

Existe alguma relação entre os centros de força e os chacras (ou chacras)?

Centros de força e chakras são a mesma coisa, é uma questão de nomenclatura. O termo chakras (escreve-se com k, mas no Brasil usa-se mais com c) é de origem sânscrita e o termo centros de força é uma definição que passamos a encontrar principalmente nas obras do espírito André Luiz.

A estrutura da epífise se modifica de acordo com o uso maior da mediunidade?

Entendemos que sim. Pois pra começar, todos os médiuns ostensivos já possuem seus organismos melhor “desenhados” para o desempenho desta interação com o plano espiritual. 

A revelação espiritual informa, que quanto mais ostensiva for a mediunidade, a glândula pineal é mais desenvolvida. 

Em Missionários da Luz, André Luiz observa que no médium, em serviço mediúnico, essa glândula transforma-se em “núcleo radiante”, e, em derredor, seus raios formam um “lótus de pétalas sublimes”.

O que vem a ser estes centros de força e como eles agem na matéria e espírito?

Os chakras, ou, centros de força, localizam-se no perispírito e no duplo etérico. São acumuladores e distribuidores de “força espiritual”. São as entradas e saídas de energias e também são pontos de conexão ou enlace pelos quais fluem as energias de um corpo a outro. 

A interligação entre os centros de força do perispírito, do duplo etérico e os plexos nervosos do corpo físico acontece através de laços fluídicos. As energias entram pelos centros de força do perispírito e do duplo etérico.

No duplo etérico, essas energias, sofrem um abaixamento ou adensamento vibratório e seguem para os plexos nervosos do corpo físico. O sistema nervoso se entrosa e se entrelaça com a atuação do comando endócrino, na distribuição de toda a energia que desce do perispírito para o corpo físico. 

As glândulas endócrinas, com seus hormônios saturados de energias espirituais, inundam todo o organismo através da corrente sanguínea. Assim, toda a energia que entrou via perispírito é distribuída em todo o organismo físico. 

No livro Entre a Terra e o Céu, o autor André Luiz sublinha a importância desses centros de força, que são como usinas de recepção e armazenamento de energia espiritual, ligados ao corpo físico por terminações nervosas denominadas plexos.

E a relação da epífise com a espiritualidade?

A revelação espiritual informa ser a epífise a glândula da vida mental e elo com a espiritualidade. Portanto, a epífise seria a porta de entrada das ações conscienciais do nosso espírito sobre o organismo físico. É a região onde transita toda a energia mental absorvida de outros espíritos e também produzida pelo nosso espírito.

Segundo muitos espiritualistas, médiuns de clarividência, yoguis etc, cada um dos sete chakras principais está associado a uma das glândulas endócrinas. Por exemplo, existe uma ligação entre a epífise e o chakra coronário,  correto? Qual a influência dessa ligação sobre os demais centros de força e as glândulas que comandam a química do organismo humano e suas correlações com o equilíbrio psíquico?

Sim, correto. Todas as glândulas endócrinas guardam relação com um centro de força. 

A epífise guarda ligação com o chacra coronário. Conserva ascendência em todo o sistema endocrínico, age como uma espécie de supervisora em relação a outras glândulas. 

Influi sobre o corpo variando o grau de reação aos raios de luz, isto é, controla a sensibilidade da cor à luz. Regula a cor da pele, fazendo variar o grau de reação aos raios luminosos, isto é, controla a ação da luz sobre o pigmento da pele. 

Evita, na criança, o desenvolvimento sexual prematuro, promovendo uma puberdade normal. A pineal também contribui para o desenvolvimento normal físico e mental das células cerebrais e das células dos órgãos de reprodução. 

Apesar de um grande número de substâncias neurotransmissoras, como dopamina, octopamina, serotonina e outras poderem ser extraídas da pineal, a única substância abundante e biologicamente ativa secretada por ela é a melatonina. Achamos muito importante dizer, que o hormônio melatonina é fundamental no processo mediúnico. 

A produção de melatonina pela epífise aumenta no escuro. E é por essa razão que recomenda-se nas reuniões mediúnicas a diminuição da claridade. Portanto, diminuir a claridade nas reuniões mediúnicas tem base científica, não é nenhuma invenção ou condicionamento. 

A revelação espiritual informa ser a epífise a glândula da vida mental e elo com a espiritualidade. Toda a energia mental absorvida e produzida pelo espírito transita nesta região, e por essa razão, a epífise funciona como o mais avançado laboratório de elementos psíquicos da criatura terrestre.

Portanto, quando a pessoa tem bons pensamentos, transitam energias mentais positivas e quando a pessoa tem pensamentos negativos, transitam energias mentais negativas. Assim, de acordo com o tipo de energia originada pelos pensamentos, os hormônios produzidos pela epífise irão afetar positivamente ou maleficamente todo o organismo.

Como os centros de força interagem entre si e com os corpos sutis que compõem o perispírito?

A interligação entre os centros de força do perispírito, do duplo etérico e os plexos nervosos do corpo físico acontece através de laços fluídicos. Internamente, em cada corpo, os centros de força se interligam por canais fluídicos, similar as veias do corpo físico que transportam sangue,  e nos corpos sutis, estes canais transportam energias. Estes canais são conhecidos nas doutrinas esotéricas pelo termo sânscrito “nadhis”.

Há estudos científicos sobre os chacras?

Em O Livro dos Espíritos, questão 147, os espíritos esclarecem Kardec a este respeito, dizendo o seguinte: “O fisiologista refere tudo ao que vê. Orgulho dos homens, que julgam saber tudo e não admitem haja coisa alguma que lhes esteja acima do entendimento. A própria Ciência que cultivam os enche de presunção. Pensam que a Natureza nada lhes pode conservar oculto.”

A Ciência ainda está muito restrita às coisas do mundo material. Tudo aquilo que não pode ser mensurado dentro na ótica científica atual, por enquanto é deixado de lado. Mas, aos poucos estão surgindo algumas pesquisas... já se ouve falar de algo denominado pesquisas sobre os “centros bioenergéticos” situados no organismo humano.

É verdade que as definições, as revelações de André Luiz, no livro Missionários da Luz, sobre a epífise, antecipou as descobertas cientificas terrenas?

Sim. A American Medical Association, do Ministério da Saúde dos EUA, possui vários trabalhos publicados sobre mediunidade e a glândula pineal. 

O Hospital das Clínicas, de São Paulo, sempre teve tradição de pesquisas na área da espiritualidade e espiritismo. Isso não é muito divulgado pela imprensa, mas existe um grupo de psiquiatras lá defendendo teses sobre isso. 

Inclusive, temos até o depoimento de um dos maiores pesquisadores na área de Psicobiofísica da USP, o psiquiatra e mestre em Ciências pela Universidade de São Paulo, dr. Sérgio Felipe de Oliveira, da UniEspírito, afirmando que buscou o livro Missionários da Luz para obter conhecimento sobre a epífise. 

Diz ele que desde o colégio, estudando Filosofia, ficou impressionado com a obra de Descartes, que dizia que a alma se ligava ao corpo pela pineal. E quando entrou na faculdade, correu atrás das questões, do espiritual, da alma e de como isso se integra ao corpo. E por volta de 1979/80, estudou a obra Missionários da Luz, do Espírito André Luiz, psicografada por Chico Xavier.

A epífise e os chakras possuem alguma relação com a mediunidade?

A revelação espiritual informa que a epífise desempenha papel muito importante em qualquer modalidade de exercício mediúnico, principalmente as de efeitos psíquicos. Da mesma forma, os centros de força desempenham papel fundamental em relação a mediunidade.

Quando nossa reencarnação é planejada no plano espiritual, nossos centros de força são preparados com a velocidade compatível com a mediunidade que vamos ter. O aceleramento vibratório também pode se dar durante a encarnação, com a entrada de mais energia espiritual através do centro de força coronário e ou de energia mais densa através do centro de força básico. 

O aceleramento dos centros de força deve se dar de forma natural e progressiva à medida que o homem promover o seu próprio crescimento espiritual. 

Ao despertar o centro de força coronário através da nossa espiritualização, de forma natural, irrigaremos com mais intensidade os demais centros de força com energia espiritual, ativando nossas percepções espirituais de cima para baixo, dessa forma não correremos risco algum. Ao despertar o centro de força básico (em sânscrito, chakra muladhara), de forma equivocada, ativaremos nossas percepções espirituais de baixo para cima, irrigando com mais intensidade os demais centros de força com energia física, e passaremos a correr muitos riscos que poderão nos levar a sérios desequilíbrios.

Nas obras de Kardec não têm informações claras sobre os centros de força.  Por quê?

Allan Kardec não pôde, no pouco espaço de tempo em que se desdobrou, entrar em todos os detalhes de todos os assuntos.

O primeiro contato com os fenômenos foi em 1854; passou a estudá-los a partir de 1855 e desencarnou trabalhando em 31/03/1869. Teve aproximadamente 14 anos para realizar toda a Codificação Espírita, mesmo assim a soma de informações que nos legou é imensa. Outros espíritos posteriormente aprofundaram a análise de diversos assuntos, dando-nos mais pormenores. 

Portanto, o processo evolutivo do conhecimento espírita não parou em Kardec. 

Se os espíritos tivessem dito tudo a Kardec, não teríamos motivo para ter outros livros que viessem complementar a doutrina, tais como os psicografados por Chico Xavier, Divaldo P. Franco, entre outros. 

Naturalmente em compreensão de cada época, as obras complementares trouxeram mais iluminação acerca do conhecimento sobre os centros de força.

(Edvaldo Kulcheski em entrevista realizada pelo Centro Virtual de  Divulgação do Espiritismo)